segunda-feira, 29 de junho de 2009

Domingo

O casal de namorados vai ao cinema. Ela come pipocas e aproveita alguns minutos antes do filme começar para observar as pessoas chegando na sala escura.
Ele liga uma pequena TV portátil em alto e bom som para assistir ao futebol enquanto o filme não começa. O Brasil faz um gol nesse meio tempo, mas o namorado dá uma tremenda "bola fora".

Interprete a situação acima. Você acha que:
a) O namorado não dá a mínima para a namorada e por isso não aguenta ficar nem 10 minutos olhando para a cara dela, muito menos conversar, dar uns beijos antes do filme. O futebol na TV dentro do cinema é mero pretexto.

b) A namorada é uma megera e obrigou o cara a ir ao cinema bem na hora do jogo do Brasil, ameaçando terminar o namoro ou atentar contra a família dele. Mesmo sendo vidrado em futebol, o coitado teve que ir.

c)A namorada não aguenta mais esse imbecil e adorou quando ele ligou a televisão pois não teve que suportar o papo chato dele, nem o bafo de onça.

P.S: Quem marcou ponto mesmo foi o cinema nacional. As pessoas foram chegando e devagar encheram a sala, mesmo com o espetáculo futebolístico passando na mesma hora.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

O que parecia impossível aconteceu


Fiquei muito chocada com a morte do Michael Jackson, muito mesmo. Fiquei pasma, passada, cheguei a duvidar dos telejornais, das páginas da internet que diziam categoricamente que ele tinha morrido. Duvidei dos meus colegas que repetiam: "Sim, Carol, é verdade". Cheguei até a estranhar ver uma foto da mãe dele indo ao hospital, uma senhora comum, distinta, mas comum. E eu que nem sabia que ele tinha mãe.
Passado o susto, fiquei tentando entender a minha reação. Ora, ele era humano, iria virar pó, como todos nós. Para morrer basta estar vivo, dizem. Só que para mim não soou natural que o Michael morresse. Muito menos com apenas 50 anos de idade. Não adiantou todas as estranhas manobras que ele tentara para permanecer jovem, as esquisitices e ataques megalomaníacos. Acabaram se provando como uma perda de tempo. Pois, vejam, ele morreu.
Morreu?
Aquele que conseguiu se transformar de negro (lindo por sinal) em branco, enganando todas células de pigmentação da pele, não conseguiria ludibriar o temível ceifador?
Quem conhece e admira esse ícone da música mundial deve estranhar mesmo a notícia da sua morte, pois é no momento em que ela se dá que pergunta-se: "Será possível mesmo existir e viver um ser como ele em nosso planeta?" "Ele viveu por aqui mesmo ou foi só um sonho?" Para o bem, para o mal para o belo ou para o feio e bizarro, Michael Jackson foi tanto que parece que nem foi.
Será que acordamos de um sonho em estilo Thriller?

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Chega de notícia ruim

Ao fazer esteira hoje de manhã fui obrigada a assistir a alguns minutos de notícias terríveis, que ando totalmente sem estômago para. Depois de semanas acompanhando o desenrolar da tragédia do avião da Air France, hoje foram dois "pequenos" fatos que acabaram com meu dia: esse e esse.
Por isso evito o noticiário tradicional. Só leio o que quero ler, o que me interessa, o que me acrescenta, o que me melhora como ser humano. Aberrações como estes acontecimentos acima são totalmente dispensáveis de que qualquer ser humano saiba, a não ser os órgãos responsáveis por punir tais monstros.
Foi pensando nisso que resolvi indicar o AS BOAS NOVAS.com, para que você tenha no seu dia uma opção de escolher o tipo de notícia que você quer ter. Diariamente notícias positivas - e só positivas - num tipo novo de jornal online. A forma de navegação é diferente e bem bolada, o layout do site muito clean e de bom gosto.
Ah, e lá vc vai ficar sabendo que 4 milhões de crianças foram vaciandas contra a poliomielite, que o Brasil gerou 132 mil empregos formais no último mês, que com a repressão a produção de cocaína caiu na Colômbia, que a Sanofi doará à OMS 100 milhões de vacinas contra a gripe e que o Brasil avança no ranking da produção científica.
Enfim, uma ideia que eu tinha na cabeça de fazer um dia e que, PLIM, outra pessoa foi lá e fez.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Xuxa na real

Vejam nesse vídeo como é trabalhar naquilo que você ama, estar rodeada de crianças lindas e ter a oportunidade de conduzir brincadeiras suuuuper legais.
Nota-se pela voz e pelo semblante dela que ela nasceu para estar fazendo isso: é o que chamamos de dom, gente!

domingo, 14 de junho de 2009

Fernanda em granda escala

Nesse feriado fizemos um trabalho de fotos num belíssimo condomínio na Grande BH para uma nova clínica de estética + salão. A modelo é a Fernanda, esposa do proprietário e cabeleireiro ( sim, mulheres, ele arruma e trata os cabelos dela diariamente, morram de inveja), e nora da responsável pelo make. Além de linda, a moça é super paciente (ser modelo não é pra qualquer uma), bem humorada e educadíssima.
Uma das fotos vai ser escolhida para adesivar toda uma porta de vidro da entrada.
Vai ficar show, não vai?





Fotos Fernando Grilo
Assistência de fotografia Carolina Godoi

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Dia dos namorados chegando

Minha declaração de amor feita pelas palavras do Rei, interpretadas pela rainha dos palcos e da TV, a diva da elegância e jovialidade, que emocionou mais do que qualquer outra.

É tudo isso que quero dizer, ouça bem...



Descobri porque chorei tanto de emoção ao ver esse programa outro dia. O Roberto sempre trás de volta para mim o meu namorado, estando longe ou perto, aonde quer que ele esteja.

terça-feira, 9 de junho de 2009

A vingança do não-fumante

Adorei! Ainda vou fazer isso, hahahaha.
Assista com som.

video

Quem me meu a dica do vídeo foi minha bem-humorada prima Bruna, a bubu.

domingo, 7 de junho de 2009

Os Conselhos de Polônio

(...)
"Pensa antes de falar e pensa antes de agir. Sê amistoso, mas nunca vulgar. Os amigos comprovados, sujeita-os à tua alma com arcos de aço, mas não calejes a palma de tua mão com apertos a todo sujeito mal saído da casca do ovo. Tem cuidado em não entrar em briga, mas, uma vez nela faze tudo para que teu adversário sinta temor. Presta ouvido a todo mundo, mas a poucos a tua voz. Escuta as censuras dos demais, porém reserva teu juízo. Que tua roupa seja tão cara quanto tua bolsa o permitir, mas sem afetação; rico, mas não extravagante, porque a roupa revela o homem e, na França as pessoas de mais alto conceito e posição são, a este respeito, modelo de finura e distinção. Não peças nem dês emprestado a ninguém, pois emprestar faz perder ao mesmo tempo o dinheiro e o amigo e, pedir emprestado, embota o fio da economia. E, acima de tudo, sê sincero contigo mesmo e disto se seguirá, como a noite segue o dia, que não poderás ser falso com quem quer que seja."
HAMLET, WILLIAM SHAKESPEARE


Nunca li nada tão sábio e tão bem colocado. Tomo para mim, tomo para minha vida.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Ode ao novo velho


Meu computador envelheceu mesmo sendo ainda tão novinho. Estava cansado, lento, irritadiço e abarrotado de arquivos velhos acumulados. Precisava de uma faxina geral; algo como apagar toda a existência pregressa e começar a instalar item por item. Para isso tive que escolher o que realmente importava para ficar dentro dele, e assim deixá-lo mais leve e eficiente. Jovem, resumindo.
Os programas foram todos atualizados com versões ultramodernas. Algo que me incomoda à princípio, pois eu já estava bem com as anteriores e não queria mudar. É que os programas mais novos sempre me pareceram piores pois perdem detalhes aos quais eu já estava apegada, tal qual criança com seu ursinho de pelúcia. Além disso, ganham possibilidades que eu nem sabia que precisava, muito menos queria!
A máquina ficou "tinindo de boa" e nosso trabalho está caminhando e fluindo como se estivéssemos numa pista cheia de óleo. O PC adorou se ver livre do que não precisava e pesava seus ombros (leia-se memória).
Meu computador rejuvenesceu.
Passei por esse processo ao seu lado na mesma semana em que uma grande amiga e aprendiz de cabeleireira descobriu meia dúzia de cabelos brancos escondidos em minha cabeça; no mesmo mês em que completo 10 anos de formada; no mesmo dia em que meu filho me chamou de "mãe" ao invés de "mamãe" pela primeira vez. Ouvindo meu grito de reclamação ele disse saindo com sua pasta e mochila para a escola: "Eu já cresci, mãe!"
Passo por isso melancolicamente, mas estampando um sorriso doce no rosto. Envelheci, pronto. No sentido mais belo que a palavra pode alcançar. Construí, conquistei, fiz, aconteci. Hoje posso com efeito ser, posso me desprender dos medos e aceitar o que sou, o que realmente gosto e o que não gosto. Posso dizer abertamente o que me incomoda, posso jogar uma roupa velha no lixo, posso não fazer aquilo que todo mundo está fazendo só porque é o que é esperado, posso não ir ao cinema porque gosto da TV, na minha casa. Posso reclamar e ser atendida sem sentir culpa. Posso desagradar, posso errar, posso refazer, posso ter outra chance. E posso continuar errando.
Ao repaginar meu computador o técnico só errou em uma coisa. Apagou todos os meus "favoritos". Vou ter que reinventá-los. Começar de novo e aprender a partir do zero o que realmente gosto agora, aos 32 anos, 4 meses e 3 dias.

Foto Fernando Grilo

terça-feira, 2 de junho de 2009

Minhas matérias

Já saiu a Encontro desse mês, em que eu assino a reportagem de capa, juntamente com o diretor editorial e proprietário da editora, André Lamounier. Indico a leitura, pois é gostosa como o tema, o nosso pão de queijo. É sobre a história e o retorno da Forno de Minas.
Para ler O BOM FILHO A CASA TORNA clique aqui.

Outra matéria muito querida que adorei fazer é sobre um lugar que fica pertinho de Belo Horizonte, a Fazenda Zoo, criatório licenciado pelo IBAMA para conservar fauna e flora e ensinar as crianças a conhecer e respeitar a natureza. Para ler PATRIMÔNIO DO CERRADO clique aqui.

A matéria preferida, porém, foi a que fiz sobre Buenos Aires, depois de uma viagem com o maridão (que assina as fotos da reportagem). Quando a gente consegue fazer essa dobradinha fico mais orgulhosa ainda do resultado. Além do quê, tenho um especial sentimento romântico ao ver nossos nomes um em cima do outro no cabeçalho da reportagem na revista impressa......
Para ler BUENOS AIRES É LOGO ALI clique aqui

No mais, a revista tem outras ótimas reportagens, vale a pena tê-la em mãos.
Ah, quase me esqueço. O site tem novidades: um ranking das matérias mais lidas e possibilidade de enviar comentários online. Se não for pedir demais, participe! É importante para nós esse retorno.
Beijo.